26.4 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 24 outubro, 2021

Governo federal vai investigar servidor que denunciou superfaturação de vacinas

spot_img
spot_img

Em pronunciamento na tarde de ontem, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, informou que o governo pedirá à Controladoria Geral da União (CGU) e à Procuradoria Geral da República (PGR) que abra investigação contra o servidor Luis Ricardo Miranda, do Ministério da Saúde, e o irmão dele, o deputado Luis Miranda (DEM-DF).  O servidor foi o responsável por alertar suspeitas de irregularidades envolvendo as negociações para importação da vacina contra a Covid-19 Covaxin, produzida na Índia.

As negociações sobre a importação da vacina são alvos do Ministério Público e da CPI da Covid. De acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU), a Covaxin foi a vacina mais cara negociada pelo governo federal até agora: R$ 80,70 a unidade, valor quatro vezes maior que a vacina da Fiocruz, a AstraZeneca.

Metro1

Foto: Reprodução/Bharat Biotech

spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta