23.7 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 19 setembro, 2021

União Química desiste de realizar estudo clínico da Sputnik V no Brasil

spot_img
spot_img

A farmacêutica brasileira União Química desistiu do processo de desenvolvimento clínico da vacina contra Covid-19 Sputnik V. O pedido de desistência foi encaminhado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária no último dia 4 de maio, conforme divulgado pela entidade nesta quinta-feira (20). A publicação foi feita no Diário Oficial da União (DOU) na quarta (19).

A Anvisa destaca que a desistência se refere apenas ao processo de condução de estudo clínico da vacina russa, e não está relacionado ao pedido de uso emergencial da Sputnik V.

Ainda segundo o órgão sanitário, o pedido de desistência veio após o vencimento do prazo de 120 dias para que a empresa atendesse às exigências da Anvisa.

A União Química submeteu à agência, em 31 de dezembro de 2020, o pedido de anuência de estudos da vacina russa. O órgão, por sua vez, considerou a ausência do protocolo clínico e de outros documentos e informações requeridas pela legislação sanitária e, em 4 de janeiro, emitiu uma exigência técnica à empresa para apresentação dos documentos, informações e esclarecimentos faltantes.

O laboratório não respondeu o pedido de exigência feito pela Anvisa para a apresentação do protocolo clínico de pesquisa da vacina Sputnik V no Brasil e optou pelo pedido de desistência.

Bahia Notícias

Foto: Divulgação/ Sputnik V
spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta