26.3 C
Santo Antônio de Jesus
sexta-feira, 3 dezembro, 2021

Autor de xilogravuras do quarto Cordel, artista baiano descobriu que estava no BBB ‘por acaso’

spot_img
spot_img

Diretamente de Salvador para os estúdios Globo. Esse foi o destino do soteropolitano Ary Falcão, responsável pelas xilogravuras que fizeram parte do quarto ‘Cordel’ no reality show Big Brother Brasil 21. A arte ganhou o carinho dos participantes logo no início, mas ficou ainda mais popular depois da explicação feita pela campeã da edição, a paraibana Juliette Freire. 

Apreciador da arte desde criança, já aos seis anos de idade Falcão ganhou um concurso de desenho. “Nunca me imaginei em uma profissão diferente da que eu tenho, alguma profissão que não dependesse diretamente da minha arte, do meu talento como desenhista”, revelou o baiano. 

Em entrevista ao Bahia Notícias, o artista explicou como suas xilogravuras foram parar num reality global. “Em 2018 eu comecei a subir minhas imagens em um banco de imagens. A Globo deve ter chegado no banco, procurou e encontrou o meu. Não teve nenhum contato direto entre eu e a Globo. Foi uma coincidência. [Mas] Fiquei muito feliz por ver meu trabalho sendo exibido nacionalmente”, comemora.

“Eu comecei a receber mensagens de pessoas que conheciam meu trabalho dizendo que eu tava no BBB. Eu não entendi nada”, revelou ele nas redes sociais, dizendo que suas criações estavam em todo o espaço, “do teto ao chão”.

Bahia Notícias

Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação
spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta