26.3 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 17 outubro, 2021

Secult homologa pregão eletrônico para gestão de espaços culturais em Salvador

spot_img
spot_img

A prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), homologou nesta sexta-feira (30) o pregão eletrônico cujo objetivo era contratar uma empresa para gerir os seguintes espaços: Memorial A Casa do Rio Vermelho; Forte de Santa Maria; Forte de São Diogo; Casa do Carnaval da Bahia; e Cidade da Música (leia mais aqui). 

Segundo documento assinado na última quinta-feira (29) pelo secretário Fábio Mota, o valor do é de R$ 5.644.990,03. Os valores serão divididos da seguinte forma: R$ 480 mil para pagamento de manutenções corretivas e troca de peças, e R$ 5.164.990,03 para gestão dos equipamentos culturais.

A Viapress Comunicação apresentou a melhor proposta, com deságio em relação à cifra original proposta no edital. As despesas incluem custos mensais com monitores, recepcionistas, manutenção e impostos.

Prevista para ser inaugurada no dia 29 de março, a Cidade da Música, no Casarão dos Azulejos Azuis, teve o contrato com a Mesosfera Produções prorrogado por conta do adiamento. A empresa é do arquiteto e artista Gringo Cardia, que é responsável pela museografia, expografia, videografia e design do espaço e fez a curadoria da Casa do Carnaval e da Casa do Rio Vermelho.

Ao Bahia Notícias, a Secult disse que a prorrogação do contrato se deve ao fato de que os equipamentos eletrônicos que estão instalados no local são de responsabilidade da produtora e só poderão ser ligados com a entrega do museu. A prefeitura ainda não definiu uma data para que a Cidade da Música seja aberta ao público.

Bahia Notícias

Foto: Valter Pontes / Secom PMS

spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta