26.4 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, 17 maio, 2021

Funcionários da Caixa realizam manifestação em SSA e outras 11 cidades baianas nesta terça

spot_img
spot_img

Os funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) decidiram realizar um “Dia de Luta” nesta terça-feira (27). A paralisação, que é de nível nacional, conta com a adesão de 12 cidades baianas: Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Irecê, Jacobina, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Jequié, Itabuna, Ilhéus, Camaçari e Alagoinhas.

Na capital baiana, o ato começou por volta das 6h30, na agência das Mercês, onde os funcionários espalharam faixas e dialogam com a população sobre as motivações do ato – não haverá caminhada ou paralisação das atividades, com abertura das agências prevista para o horário normal, às 8h.

Procurado pelo Bahia Notícias, o presidente do Sindicato dos Bancários, Augusto Vasconcelos, explicou que a manifestação possui cinco pautas de reivindicações. Uma delas é a vacinação de todos os funcionários. “Porque as agências são locais de alta contaminação e já temos mais de 30% da categoria que testou positivo pra Covid-19”, justifica o sindicalista.

Outra pauta é a defesa da PLR Social, a participação de lucros e resultados. De acordo com o sindicato, o banco distribuiu aos funcionários 3% de seu lucro, pagamento inferior ao que está previsto no Acordo Coletivo de Trabalho, que é 4% dos proveitos.

Os servidores também protestam contra a venda de ações da Caixa Seguridade, anunciada para a próxima quinta-feira (29), pois apontam que isso significa a privatização de um setor rentável ao banco.

Mais uma reivindicação é a definição de um acordo de trabalho específico para o regime de teletrabalho. “Atualmente, 40% dos funcionários estão trabalhando de casa e não tem qualquer tipo de normatização. Estão com jornada excessiva, fazendo horas extras sem receber”, denuncia Vasconcelos.

Além disso, o sindicato defende a contratação de mais funcionários para dar conta da demanda crescente nas agências, especialmente neste período de pagamento do auxílio emergencial.

Com essa pauta, o sindicalista afirma que os servidores da Caixa conseguiram marcar uma nova rodada de negociação para o dia 5 de maio e, por isso, suspenderam a paralisação prevista para hoje. O ato foi resumido a essa manifestação, que, de acordo com Vasconcelos, não vai impedir o funcionamento das agências.

O Bahia Notícias procurou a assessoria de comunicação da Caixa Econômica e aguarda um retorno com o posicionamento do banco.

Bahia Notícias

Foto: Reprodução/ Bancários Bahia
spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta