29.2 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, 17 maio, 2021

Na Índia, 22 pacientes morrem sem oxigênio após vazamento em tanque

spot_img
spot_img

Nesta quarta-feira (21), pelo menos 22 pacientes com Covid-19 que estavam em suporte ventilatório morreram na Índia, em Maharashtra. Segundo Suraj Mandhare, um alto funcionário do distrito de Nashik, os óbitos aconteceram após um acidente provocar a perda de suprimentos de oxigênio.

O oxigênio foi perdido devido a um vazamento de um tanque no hospital Zakir Hussain nesta quarta. Nesta quarta, a Índia registrou quase 300 mil novos casos e 2.023 mortes em 24 horas – o maior número desde o começo da pandemia.

Em entrevista a repórteres no dia do acidente, Mandhare disse que a administração distrital está coordenando com os funcionários do hospital a disponibilização do oxigênio aos pacientes que precisam dele o mais rápido possível. Os pacientes que faleceram precisavam de oxigênio e não receberam o suprimento a tempo.

Em Maharashtra existe atualmente uma demanda diária de 1.550 toneladas de oxigênio por Covid-19 pacientes, mas o estado fabrica 1.250 toneladas de oxigênio, que está sendo usado exclusivamente para fins médicos. As 300 toneladas restantes estão sendo fornecidas por outros estados, disse Rajesh Tope, ministro da Saúde de Maharashtra.

O estado tem 3.343.359 casos de coronavírus e 61.343 mortes, de acordo com os dados do Ministério da Saúde indiano. O número de infecções no país já ultrapassa a marca de 15 milhões de casos. A Índia atualmente está em lockdown na região de Nova Delhi, capital do país, após chegar ao colapso do sistema de saúde – com a falta de leitos e de oxigênio – e atingir recorde de infecções.

Metro1

Foto : Yawar Nazir/Getty Images
spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta