26.3 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, 17 outubro, 2021

AMBIENTE DE TRABALHO MAIS SEGURO CONTRA COVID-19 COM AS DICAS DO DR. BACTÉRIA

spot_img
spot_img

Aprendemos muitas coisas após um ano da pandemia. Existem muitos mitos sobre higiene em casa e no ambiente de trabalho. Por isso, vamos contar com o biomédico Roberto Martins Figueiredo, o querido Dr. Bactéria – especialista em saúde pública há 40 anos.
“ Na internet tem muito fake News. Com medidas simples e eficazes podemos contribuir para um ambiente em casa e no trabalho mais seguros. Estas orientações foram baseadas em documentos da Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC)”, explica Dr. Bactéria.

ENTRADA: Utilize tapetes sanitizantes no acesso de casas, prédios, locais de trabalhos, pois eles criam uma barreira de contenção para evitar a entrada desses contaminantes, evitando que sejam transferidos do ambiente externo para ambiente interno pelo caminhar das pessoas. Esses tapetes devem ser de vinil para permitir que sejam higienizados e estarem embebidos em solução sanitizantes para desinfetar os solados dos calçados das pessoas que entram.

Como utilizar os tapetes sanitizantes:
• Prepare uma solução sanitizante com 1 litro de água e 3 colheres de sopa água sanitária (30ml).
• Coloque o tapete sanitizante na área externa do seu ambiente e aplique a solução sanitizante por toda a superfície do produto até que ele fique completamente úmido.
• Coloque um tapete ou um pano para secagem da sola do sapato na área interna de seu ambiente.
• Trocar a solução a cada 24 horas e lavar os tapetes semanalmente, com água e sabão.

MÁSCARAS- Todos os colaboradores presentes no local de trabalho devem estar utilizando máscaras cobrindo o nariz e a boca sem deixar espaço nas laterais. É importante que a máscara também seja utilizada corretamente, não devendo ser manipulada durante o uso e as mãos devem ser higienizadas antes e após a colocação de máscaras. É recomendado que sejam utilizadas máscaras faciais de uso não profissional com no mínimo 3 camadas além de se seguir algumas regras com relação a utilização:

• A máscara é de uso individual e não deve ser compartilhada;
• Deve-se destinar o material profissional (máscaras cirúrgicas e do tipo N95 ou equivalente) para os devidos interessados: pacientes com a COVID-19, profissionais de saúde e outros profissionais de linha de frente em contato próximo e prolongado com possíveis fontes de contágio;
• As medidas de higiene e a limpeza das máscaras não profissionais em tecido e a eliminação periódica das descartáveis são ações importantes de combate à transmissão da infecção;
• Fazer a adequada higienização das mãos com água e sabonete ou com preparação alcoólica a 70%.
• As máscaras têm duração média de 3 horas devendo ser substituídas após esse período ou quando estiverem úmidas, com sujeira aparente, danificada ou se houver dificuldade para respirar.
• As máscaras já utilizadas devem ser acondicionadas em sacos plásticos apropriados e submetidas posteriormente a lavagem adequada.
• Máscaras são de uso pessoal e não devem ser compartilhadas, mesmo depois de lavadas.
“É importante orientar a não tocar no rosto, principalmente nas regiões dos olhos, boca e nariz a fim de prevenir que caso o vírus esteja presente, que não entre no corpo. Mesmo com as mãos higienizadas é necessário evitar esse contato com a face. Quando da necessidade de espirrar, uma orientação é utilizar a posição conhecida como “drácula”, onde tal qual Drácula faz com a capa, ao espirrar, deve se cobrir a região nasobucal com a parte interna dos cotovelos”, ressalta o biomédico.

DISTANCIAMENTO SOCIAL- é um item primordial para a prevenção do Covid-19. Os colaboradores devem manter distância de 2 metros entre eles em qualquer local, incluindo nos refeitórios e locais para bater o ponto. É possível utilizar marcadores no chão em locais que costumam formar filas para orientar com relação a distância necessária. Também é recomendado realizar diferentes turnos com os colaboradores em relação a idas ao refeitório a fim de evitar a aglomeração.

No ambiente do escritório, refeitório e copa, mesmo sentados, o distanciamento deve ser respeitado. Assim, deve-se realizar distanciamento entre as cadeiras como por exemplo, não serem utilizados todos os lugares existentes na mesa, alternando-se as cadeiras e colocação de cartazes orientativos para respeitar o distanciamento da quarentena.

Mesas e cadeiras de trabalho devem estar dispostas de forma a ser respeitado o distanciamento entre as pessoas.

Nos elevadores o distanciamento também deve ser respeitado. O ideal é prezar pela utilização das escadas. Caso não seja possível não utilizar o elevador, deve ser evitada a lotação do mesmo, aguardando a próxima viagem, e as mãos devem ser higienizadas antes e após a utilização. Os botões dos elevadores podem ser pressionados utilizando-se os dedos e depois passando álcool gel.

Para cada andar também é recomendado que na parede próxima a entrada dos elevadores tenha um dispenser com álcool gel disponível.
É importante também que a higienização dos elevadores seja feita na menor periodicidade possível , dependendo do fluxo de pessoas que o utilizem, incluindo os botões e maçanetas de cada andar do prédio, contribuindo assim para a diminuição da propagação do vírus. A solução a ser utilizada para desinfecção é 1 litro de água, 1 colher de sopa de detergente e 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio.

EQUIPAMENTOS
Tanto os equipamentos de uso pessoal quanto de uso coletivo devem ser submetidos a uma rigorosa higienização.
Para desinfecção dos equipamentos eletrônicos deve ser utilizado álcool isopropílico. O álcool deve ser colocado em um pano limpo que será utilizado para higienizar o equipamento. Esta desinfecção deve ser feita ao início e final de cada dia.
Com relação a utilização durante o dia, deve-se utilizar um papel ou pano com álcool gel e passar nos botões do equipamento sempre que for utilizada por cada colaborador.

HIGIENIZAÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO
A limpeza e desinfecção do ambiente de trabalho é um importante aliado com relação ao combate com o Covid-19 e outros tipos de vírus e bactéria. No entanto, essa higienização deve ser feita de forma adequada e com o produto adequado.
Para desinfecção do piso e parede, deve-se utilizar uma solução de 2 colheres de sopa de água sanitária (20ml) por litro de água e passar no piso no mínimo 1 vez ao dia.
Para superfícies de mesa e estações de trabalho, a solução desinfetante a ser utilizada é de 2 colheres de sopa de água sanitária (20ml) por litro de água, devendo também ser higienizada ao menos 1 vez ao dia.
O colaborador responsável pela higienização dos pisos deve utilizar o Equipamento de Proteção Adequado como luvas de cano longo, além de máscara.
Os ambientes devem ser mantidos de forma arejados (janelas abertas) , e instalado um purificador de ar (por ultra violeta ou filtro HEPA)

Sem fonte

Imagem de Anastasia Gepp por Pixabay

spot_img
spot_img

Leia Também

spot_img

Leia Mais

spot_img

Deixe uma resposta